como limpar o nome no serasa

Como limpar o nome no Serasa? Veja 4 dicas essenciais!

Fases de sufoco na vida financeira são muito comuns, principalmente em épocas de crise. Nesses tempos, nos endividamos e podemos até perder o controle. A questão é o que fazer depois: como limpar o nome no Serasa?

Ter o nome sujo é um problema, pois dificulta o acesso ao crédito. Menos crédito significa menos poder de compra, atrasando nossa vida e adiando indefinidamente nossos sonhos. Assim, se livrar das dívidas e limpar o nome no Serasa é uma necessidade para quem quer ter saúde financeira.

Neste artigo vamos dar algumas dicas para você sair dessa difícil situação. Além disso, iremos dar uma introdução sobre como funciona o Serasa, para você poder evitar voltar a sujar o nome.

Leia mais: O que é um consórcio? Entenda essa modalidade de crédito!

Como limpar o nome no Serasa: entendendo o Serasa

O Serasa é uma instituição de proteção ao crédito. O que isso significa? Basicamente, eles são uma empresa que reúne dados sobre dívidas. Sua função mais conhecida é a de cadastro de bons e maus pagadores. Afinal, é ali que vamos consultar nosso CPF para saber se temos dívidas.

Aproveite a oportunidade

💳 O BTG+ oferece benefícios e experiências únicas para quem quer um cartão cartão de crédito sem anuidade e que entende suas necessidades.

Solicite seu cartão!

Assim, seu nome em geral vai ao Serasa quando você deixa de pagar algo e a empresa para quem você deve, resolve colocar ele ali. Geralmente, no entanto, é feita uma notificação e cobrança amigável antes.

O Serasa também possui uma classificação do quão bom você é como pagador. É o chamado score do Serasa, onde você ganha pontos por pagar o crédito em dia. Quanto mais alto ele é, então, melhor será a confiança das empresas em te dar crédito. As dívidas são especialmente danosas para o seu score.

Como limpar o nome no Serasa: 4 passos

Feita a dívida, a partir do momento em que o credor suja seu nome, seu score no Serasa desce e as empresas passam a olhar torto na hora de cogitar te oferecer crédito. Assim, é importante resolver essa situação. Isso é relativamente simples e podemos resumir em quatro passos como verá abaixo.

Passo 1: Conheça sua dívida

Você não pode limpar seu nome se não souber que ele está sujo, não é mesmo? Além disso, é preciso saber quais são seus credores, quantas são suas dívidas e quais seus valores. Tudo isso você descobre pesquisando seu CPF no site do Serasa.

Caso você esteja desconfiado em relação a uma das dívidas, é importante ir atrás do credor e descobrir se realmente foi responsável pelo débito. Isso porque hoje em dia são muitos os golpes possíveis e é necessário saber se você não foi vítima de um.

Confirmada a legitimidade, o valor, os credores e a quantidade de dívidas, é hora de começar a pensar em pagar.

Passo 2: se planeje

Bom, agora você sabe quantas e quais são suas dívidas: é hora de poupar para conseguir pagar. Cada uma dessas dívidas podem ser negociadas, mas é possível fazer uma estimativa do total e de quanto cada uma pode diminuir.

Aproveite a oportunidade

💳 Você foi selecionado para ter um cartão de crédito que não cobra anuidade, com limite de até 7 mil reais e que aprova na hora: abra uma conta gratuita no Banco Pan!

Trace metas e vá pagando uma a uma, caso não consiga pagar todas de uma vez.

Passo 3: negocie sua dívida

Seus credores estão tão interessados em a dívida ser paga, que talvez abram mão de parte dela. Afinal, é melhor receber 10% a menos agora, do que ficar eternamente credor de 100% do dinheiro. Isso é ótimo para você, pois assim a dívida pode diminuir de valor e ficar mais fácil de pagar.

Há empresas que são parceiras do Serasa. Assim, no próprio site é possível ter acesso a uma oferta – em geral é o caso de empresas grandes, que poupam muito tempo automatizando este processo. Em outros casos, no entanto, você terá de entrar em contato com os credores.

Passo 4: gere o boleto e pague

Com o dinheiro em mãos e a dívida negociada, é só gerar o boleto no próprio site e começar a pagar. Ao fazer isso, seu score automaticamente irá aumentar. Aliás, só de negociar a dívida você já ganha pontos no score.

Leia mais: Você sabe como conseguir empréstimo com nome sujo? Veja aqui

Como limpar o nome no Serasa: evitando voltar para o sufoco

Continua após a publicidade

Tão importante quanto sair do sufoco é nunca mais voltar para ele. Então, é importante pensar o que te levou a essa situação, quais comportamentos podem ser melhorados para que você não volte para ela. Sem parar e refletir, frequentemente não sabemos onde erramos.

Além disso, há alguns hábitos que podemos adotar. Ter um planejamento financeiro, um lugar para guardar o dinheiro (como investimentos em renda fixa, por exemplo), além de manter registros sobre todos os gastos e ingressos nas suas contas são alguns deles.

Ter metas, objetivos, sonhos é algo muito importante. Quem não sabe para onde está indo não tem motivo nenhum para aumentar a própria velocidade. Com o dinheiro, é a mesma coisa: por que guardar e aumentar os ganhos, se você sequer sabe com o que gastaria.

Aqui, estamos falando de objetivos concretos, que possam ser precificados, como um carro, faculdade ou casa própria. Você irá se surpreender como isso facilita para conseguir a motivação necessária e poupar dinheiro no dia a dia.

Outra dica importante é se manter informado sobre as novidades do mundo financeiro. Afinal, como saber qual o melhor lugar para guardar dinheiro, por exemplo, se você não conhece os melhores investimentos em renda fixa no mercado?

Essas e muitas outras informações você encontra aqui, no Meu Portal Financeiro. Acompanhando o blog, você recebe dicas sobre finanças pessoais, crédito, financiamentos, entre outros assuntos relevantes para quem quer melhorar a própria relação com dinheiro.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
como consultar spc e serasa

Como consultar SPC e Serasa online e de graça

Próximo
como economizar no supermercado

Como economizar no supermercado? Veja 10 dicas práticas

Posts Relacionados
Total
0
Share