Como fazer a declaração do imposto de renda? Veja os passos aqui!

Todo início de ano vem acompanhado de diversas responsabilidades financeiras e uma delas é de extrema importância: a declaração do imposto de renda.

Porém, essa responsabilidade muitas vezes acaba gerando dúvidas no contribuinte. Por exemplo, quem precisa declarar? Como fazer essa declaração? Até qual data posso declarar o imposto de renda?

Sendo assim, queremos esclarecer todas essas dúvidas do IR por meio de um passo a passo que preparamos para você. Sem dúvida você vai aprender como preencher a declaração corretamente e evitar de cair na malha fina da Receita Federal.

Acompanhe!

Saiba mais: Como regularizar o CPF na Receita Federal? Veja o passo a passo

O que é o imposto de renda?

Aproveite a oportunidade

💳 O BTG+ oferece benefícios e experiências únicas para quem quer um cartão cartão de crédito sem anuidade e que entende suas necessidades.

Solicite seu cartão!

Antes de tudo é importante explicar o que é o imposto de renda. Em resumo, este é um imposto cobrado pelo governo sobre a renda que a pessoa teve durante o último ano. Ou seja, é uma porcentagem cobrada em cima dos ganhos que a pessoa conseguiu, sendo por seu trabalho ou outros tipos de renda.

Quem deve declarar imposto de renda?

Confira agora uma lista com as pessoas que devem declarar o imposto de renda e caso esteja nela já vamos te explicar o passo a passo para declaração:

  • Pessoa física que ganhou acima de R$ 28.559,70 ao longo do último ano em rendimentos tributáveis;
  • Recebeu R$ 40.000 em rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte em 2020 (exemplo: herança);
  • Teve receita bruta acima de R$ 142.798,50 proveniente de atividade rural;
  • Quem teve prejuízos com atividade rural e recebeu compensação em 2020;
  • Pessoa que detinha bens que superam R$ 300 mil no valor somados até 2020;
  • Aqueles que tiveram ganhos de capital na alienação de bens ou direitos;
  • Aqueles que aplicaram em ações na Bolsa de Valores em 2020;
  • Quem vendeu um imóvel residencial e comprou outro no prazo de 180 dias da venda;
  • Pessoas que ganharam o auxílio emergencial em qualquer valor e teve receita em 2020 superior a R$ 22.847,76;
  • Quem passou a morar no Brasil em 2020.

Você se enquadra nesses critérios? Então vamos aprender agora a declarar o imposto de renda.

Saiba mais: O que é BDR? Entenda como funcionam essas ações

Passo a passo para a declaração do imposto de renda

Antes de tudo, vamos relembrar o prazo do imposto de renda. A Receita Federal liberou o sistema para a declaração do IR 2020 no dia 1º de março deste ano. A data final estava prevista para 31 de abril, porém o prazo foi prorrogado até o dia 31 de maio de 2021.

Agora que você já sabe quanto ao prazo, vamos ao passo a passo. Primeiramente, escolha o tipo de declaração a ser feita: simplificada x completa. Para saber qual dessas escolher é necessário avaliar caso a caso.

Sendo assim, se você tiver muitos gastos com saúde, educação e que possa apresentar nota fiscal, talvez seja ideal a declaração completa.

Aproveite a oportunidade

💳 Você foi selecionado para ter um cartão de crédito que não cobra anuidade, com limite de até 7 mil reais e que aprova na hora: abra uma conta gratuita no Banco Pan!

Já se por acaso não tenha muitos gastos e não possui dependentes, então a declaração simplificada pode ser a mais indicada para você.

Dessa forma, faça uma revisão nos critérios e veja o que é realmente obrigatório declarar. Lembrando que mesmo não sendo obrigatório, você pode declarar o seu imposto de renda.

Siga os seguintes passos no sistema da Receita Federal

  1. Organize todas as informações necessárias para sua declaração como dados pessoais, demonstrativo do IR, informações de dependentes e de outras fontes de renda;
  2. Acesse o site da Receita Federal e baixe o programa IRPF;
  3. Informe nos campos solicitados os dados pessoais;
  4. Caso haja dependentes, inclua eles em sua declaração. Para isso, basta clicar na aba dependentes;
  5. Aqui chegou a hora de informar os pagamentos realizados nos seguintes campos: “pagamentos efetuados”, “pagamentos com Carnê-Leão”, “Imposto de Renda retido na fonte” ou “doações efetuadas”, tudo depende da ocasião;
  6. Por fim, inclua o valor dos bens, direitos, ônus e dívidas referentes a 2020;
  7. A partir do momento que preencher os campos que precisa colocar informações, dê uma conferida na aba pendências e veja se faltou algo;
  8. Após esses passos, sua declaração do imposto de renda 2020 está pronta. Agora é só clicar no botão e entregar a declaração, e emitir o Darf para pagamento do imposto em alguns casos.

A partir do momento que enviar as informações do seu imposto de renda é importante ficar atento ao sistema da Receita Federal.

Continua após a publicidade

Isso porque a declaração pode ficar com alguma pendência a ser detectada após o envio. Portanto, fique atento para não ter que pagar multas desnecessárias.

Leia também: Calendário Bolsa Família: saiba como funciona em 2021

E a restituição do imposto de renda?

Outra dúvida muito comum é quanto à restituição do imposto de renda. A partir do momento que você faz a declaração, dependendo do caso, a Receita Federal informa logo após o preenchimento das informações um valor a ser pago de restituição.

Fique de olho em sua declaração e se ela estiver com o status “fila de restituição” você deverá receber o valor a ser restituído entre os meses de maio a setembro de 2021. Consulte aqui o status da restituição.

O que achou das nossas dicas? Não é tão difícil fazer a declaração do imposto de renda como parece, né? Deixe aqui nos comentários caso tenha ficado com alguma dúvida. E não deixe de conferir mais informações e novidades no  blog do Meu Portal Financeiro.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

Como consultar a restituição do imposto de renda 2021?

Próximo

Cálculo de rescisão trabalhista: entenda aqui como é feito

Posts Relacionados
Total
0
Share