Como guardar dinheiro ganhando pouco? 7 dicas!

Quando se trata de economizar, receber pouco é uma complica a vida por razões muito óbvias. Afinal, mesmo que você faça o melhor com o dinheiro que entra, não vai reter muito dinheiro. Não dá para fazer mágica, no entanto, existem algumas formas de aliviar a situação e até mudar ela. Aqui vamos mostrar algumas dicas de como guardar dinheiro ganhando pouco.

É preciso ficar longe da sensação de que não há nada para fazer. Se é verdade que as coisas não vêm fáceis, também é verdade que muitas delas estão sob nosso controle, incluindo na vida financeira. Assim, mesmo que a situação esteja difícil, você deve procurar a melhor maneira de lidar com ela!

Aqui vamos apresentar como otimizar o dinheiro que já está entrando e como tentar aumentar. Além disso, vamos mostrar formas de pensar saídas para sair do aperto em curto, médio e longo prazo. Esperamos que a informação ajude!

Continua após a publicidade

Saiba mais: Saque emergencial FGTS: como funciona e quem tem direito?

Sete dicas para guardar dinheiro ganhando pouco

Quando se ganha pouco, o nível de dificuldade é muito maior. Isso porque, com um orçamento pequeno, cada gasto ou ganho tem um impacto relativo muito maior. Assim, a situação requer mais cuidado nas decisões e mais disciplina para lidar com elas no dia a dia.

Com isso em mente, só o fato de buscar informação sobre como melhorar as finanças já é uma vantagem. Afinal, as próximas decisões têm maior chance de ser conscientes e não, como a maioria das que tomamos no dia a dia, feitas no automático. Abaixo nós mostramos algumas delas com o objetivo de facilitar essa jornada para você!

1. Para que guardar dinheiro recebendo pouco? Defina uma meta!

Você está guardando dinheiro para que? Tente formular uma meta concreta, como o pagamento de alguma dívida ou comprar algo. Isso porque, dessa forma, você terá mais disciplina e motivação para seguir no plano!

No longo prazo, uma lista de metas para melhorar de vida é aconselhável. Num longo período de tempo, mudanças pequenas do dia a dia têm um efeito muito amplificado – e você com certeza quer que ele seja positivo!

2. Analise sua situação

Não saber sua situação financeira na ponta do lápis é planejar no escuro. Você tem pouquíssimas chances de sucesso, pois estará sempre sujeito a imprevistos, que vão atrasar ou mesmo impedir seus planos. Dessa forma, anote todas as entradas e saídas. É interessante, inclusive, fazer uma planilha para acompanhar melhor.

3. Como guardar dinheiro ganhando pouco em família? Envolva todo mundo no plano

Continua após a publicidade

Se não estamos falando de um orçamento individual, então precisamos de um plano que não seja individual. Isto é: se seu plano depende da colaboração das pessoas da sua família, por exemplo, é preciso que elas se entendam como parte dele. Isso é importante na hora de definir as metas, pois quem participa dos gastos vai ser mais proativo na economia, se entender a importância de poupar.

4. Procure formas alternativas de aumentar seu rendimento

A maior dificuldade desse planejamento é o orçamento pequeno, não? Então, que tal atacar diretamente esse problema? É claro que, se houvesse uma fórmula mágica para esse problema, todo mundo teria adotado. Porém, existem, sim, formas de melhorar seu orçamento. Seja jogos para ganhar dinheiro, ou respondendo pesquisas no tempo livre, ou aproveitando promoções de aplicativos que premiam indicações de amigos.

5. Defina a importância dos gastos, corte os menos necessários

Essa é talvez a parte mais complicada do guia. Afinal, se você ganha pouco, é possível que não exista gastos “desnecessários” no seu orçamento. Mesmo o lazer, nas faixas de renda mais baixas, está reduzido ao mínimo. Porém, para sair dessa situação, só mesmo cortando gastos – e algumas escolhas podem ficar difíceis.

Aproveite a oportunidade

💳 Você foi selecionado para ter um cartão de crédito que não cobra anuidade, aceito em milhares de estabelecimentos pelo mundo: abra uma conta BV gratuita!

Por isso, é importante fazer uma hierarquia, assim você decide conscientemente o que será cortado. Se você assumir o controle da situação financeira, esse pode ser um sacrifício temporário.

6. Invista em renda fixa

Pode parecer estranho, mas mesmo com uma renda menor, você pode se beneficiar investindo. Existem investimentos na chamada renda fixa, de baixo risco e com retornos modestos, mas mais garantidos.

Se você tem uma conta poupança, já está investindo em renda fixa. Porém, há opções no mercado com um rendimento muito maior por um nível de risco semelhante. Você pode pesquisar as opções de CDBs, algumas bastante acessíveis, como no Nubank ou Banco Inter.

Continua após a publicidade

Saiba mais: Conta digital para empresa: veja as melhores opções

7. Utilize a tecnologia a seu favor

Hoje em dia, existem diversos aplicativos de poupança disponíveis para celular e PC. Nada disso vai substituir a boa e velha disciplina, mas eles podem facilitar bastante. É muito comum a pessoa que começa um plano desistir com o tempo, por falta de uma abordagem sistemática pra além do impulso inicial.

Esses aplicativos te ajudam a acompanhar a tarefa, assim como se motivar para fazer melhor. Podemos citar o Minhas Finanças (nota 4,7 no Google Play) e o Mobills (nota 4,6 no Google Play e 4,7 na App Store).

Além disso tudo, é importante continuar buscando informação. Isso porque quem quer melhorar de vida precisa saber quais são os melhores bancos, investimentos e ofertas de crédito. Tudo isso, junto com as melhores dicas de finanças pessoais, você encontra aqui no Meu Portal Financeiro.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

O que é custo de oportunidade? Entenda!

Próximo

App Banco Inter: principais funções e como baixar

Posts Relacionados
Total
0
Share