o que é BDR

O que é BDR? Entenda como funcionam essas ações

Muitas vezes investidores iniciantes têm a ideia de que investir no exterior é mais difícil, ou até que não é permitido. Hoje existem maneiras bem simples de aplicar em ativos estrangeiros. Uma delas é negociar BDRs. Para entender melhor o que é BDR, acompanhe!

Em resumo, comprar esse tipo de papel é o mesmo que negociar ações de empresas sediadas no exterior. Mas saber como é o funcionamento pode ajudar essa modalidade a se tornar mais acessível para os investidores em geral.

Reunimos informações relevantes que vão te ajudar a investir com mais tranquilidade e decidir se essa modalidade combina com seu perfil.

Leia também: Como funciona o PIX? Tire todas as suas dúvidas

O que é BDR

Em resumo, os Brazilian Depositary Receipts são ativos (valores mobiliários) que representam ações de empresas estrangeiras emitidas e negociadas no Brasil.

Basicamente, quem adquire um BDR não compra diretamente as ações da empresa no exterior. Em vez disso, investe em títulos representativos desses papéis.

Como funcionam os BDRs

Os BDRs são valores mobiliários emitidos no Brasil com lastro em ativos emitidos fora do país, geralmente ações. A emissão desses títulos é feita pelas chamadas instituições depositárias. São instituições financeiras responsáveis por comprar as ações no exterior e garantir que os BDRs estejam lastreados nesses títulos.

A dinâmica funciona da seguinte forma: essas instituições depositam e bloqueiam as ações em uma instituição financeira fora do país – chamada de custodiante – que faz a guarda desses títulos.

Aproveite a oportunidade

💳 O BTG+ oferece benefícios e experiências únicas para quem quer um cartão cartão de crédito sem anuidade e que entende suas necessidades.

Solicite seu cartão!

Em suma, a instituição depositária emite os Brazilian Depositary Receipts e garante que não haja desencontro entre o saldo das ações no exterior com os BDRs emitidos no Brasil.

Leia também: O que é um consórcio? Entenda essa modalidade de crédito

Tipos de BDR disponíveis

Existe uma variação de acordo com a forma como esses títulos são trazidos para serem negociados no Brasil. São dois tipos de BDRs: os não patrocinados e os patrocinados. 

BRDs Não Patrocinados Nível I

Nos BDRs Não Patrocinados Nível I (BDR NP) a própria instituição depositária é a responsável pelo lançamento dos certificados. São chamados assim já que a emissão dos títulos acontece sem a participação direta da empresa emissora das ações. Hoje, a maioria dos BDRs disponíveis na B3 são Não Patrocinados.

Aproveite a oportunidade

💳 Você foi selecionado para ter um cartão de crédito que não cobra anuidade, com limite de até 7 mil reais e que aprova na hora: abra uma conta gratuita no Banco Pan!

Além disso, a instituição depositária também é responsável por divulgar no Brasil as informações corporativas e financeiras da empresa emissora das ações.

É importante saber o código de negociação dos BRDs NP na Bolsa de Valores, que termina sempre com 34 ou 35. Os códigos são compostos por quatro letras maiúsculas que representam o nome da empresa, além de um desses números no final. 

BRDs Patrocinados (Níveis I, II e III)

Os BDRs Patrocinados têm esse nome pois a empresa emissora das ações no exterior participa diretamente do lançamento dos títulos atuando na contratação de uma instituição depositária no Brasil para emitir os BDRs.

Ou seja, quando a empresa tem interesse em participar do mercado brasileiro e está disponível aos investidores do país, isso acontece.

Os BDRs Patrocinados podem ser de três níveis: I, II e III.

Nível I

Os BDRs Patrocinados Nível I só podem ser negociados em mercados de balcão não organizado ou em outros segmentos da bolsa criados especificamente para isso. Além disso, não exigem registro da empresa emissora das ações na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). 

No caso em que os títulos sejam distribuídos em oferta pública, é obrigatório que seja por “esforços restritos”: no máximo 50 investidores podem comprar os papéis.

Apesar das demonstrações não precisarem ser convertidas para reais nem seguir as regras contábeis brasileiras, nos BDRs Patrocinados Nível I a instituição depositária precisa replicar, no Brasil, todas as informações que a empresa emissora das ações for obrigada a divulgar em seu país de origem. 

Nível II e III

A diferença entre os dois níveis é que os BDRs Patrocinados Nível II só podem ser distribuídos por oferta pública com esforços restritos. Já os de Nível III podem participar de oferta pública ampla.

As características dos BDRs Patrocinados Nível II e III são parecidas.

Em ambos os níveis a empresa emissora das ações no exterior precisa ter registro na CVM. Além disso, os títulos podem ser negociados no pregão da bolsa ou em balcão organizado. 

As empresas emissoras devem seguir as mesmas regras de transparência e governança que as empresas brasileiras registradas na CVM como “Categoria A”, obrigatoriamente.

Custos e tributação dos BDRs

Os custos dessa operação podem envolver a taxa de corretagem, que varia de acordo com a corretora, a taxa de custódia e os emolumentos devidos à B3. 

Continua após a publicidade

Já a tributação dos BDRs pelo Imposto de Renda é de 15% sobre o ganho nas negociações. A cobrança se aplica mesmo em transações menores de R$ 20 mil. 

Em caso de distribuição de proventos entre os acionistas, o valor será repassado ao investidor brasileiro de acordo com as regras de tributação do país de origem da empresa.

Leia também: Como fazer empréstimo online? Tire suas dúvidas aqui!

Riscos de investir em BDR

Antes de decidir pelo investimento neste ativo, você precisa ficar atento a alguns riscos. Confira:

• Observar e acompanhar as alterações de preços sofridos pela volatilidade do mercado; 

• A variação cambial influencia diretamente nesta modalidade. Caso o preço do dólar tenha queda e o real aumente, por exemplo, o rendimento do ativo também cairá junto ao dólar. Porém, caso o dólar aumente e o real caia, o seu investimento também terá uma alta na rentabilidade;

• Considerar a liquidez dos BDRs também é um ponto de risco, já que é menor, trazendo um valor de spread (diferença entre os valores de duas taxas de câmbio) de compra e venda maior. Isso acontece já que negociações desses ativos são pouco feitas no Brasil; 

Como investir em BDRs?

Caso você tenha decidido investir em BDRs, providencie a abertura de conta em uma corretora de investimentos que fará a intermediação com a B3. Além disso, é importante se aprofundar mais em BDRs e entender quais estão disponíveis para se adequar com a sua carteira de investimentos.

Esse texto ajudou você? Acompanhe outros conteúdos para impulsionar a sua vida financeira no blog do Meu Portal Financeiro.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
onde investir na crise

Onde investir na crise? 4 dicas para não perder dinheiro

Próximo
planejamento financeiro pessoal

Quer otimizar o planejamento financeiro pessoal? Entenda como!

Posts Relacionados
Total
0
Share