💳 O Banco BV oferece benefícios únicos em seu cartão de crédito sem anuidade, aceito em milhares de estabelecimentos pelo mundo: abra uma conta gratuita e solicite o seu!

Banco

banco

Hoje o banco é um grande aliado quando o assunto é administrar as nossas finanças. Mas quando tudo isso começou? As primeiras moedas, que representavam valores, surgiram na Turquia, no século VII A.C. Um bom tempo se passou até que a pedra fundamental do sistema bancário foi lançada.

Já o primeiro banco a surgir no mundo foi fundado em Gênova e era conhecido por Banco di San Giorgio. O ano de fundação foi 1406 e a instituição teve vida longa por quase 400 anos. Em 1805 que o seu fim chegou.

Os anos passaram, mas a necessidade de organizar o mundo das finanças não desapareceu. Portanto, ainda hoje contamos com bancos para guardar o nosso dinheiro e realizar operações financeiras. Mas o que um banco faz? Como ele nos ajuda? Qual a sua importância?

Continue lendo para descobrir a resposta para estas perguntas.

Qual o papel de um banco?

Os bancos hoje em dia estão cada vez mais modernos, com soluções que trazem praticidade e geram economia de tempo. Mas, além disso, há atividades que são básicas e devem ser garantidas por todos os bancos para os seus clientes, veja a seguir quais são elas: 

  • Zelar pelo dinheiro dos clientes e rentabilizar a poupança de pessoas físicas e empresas; 
  • Oferecer financiamentos com taxas de juro compatíveis com o mercado e assim incentivar o consumo, a compra de bens e os investimentos financeiros; 
  • Garantir acesso aos serviços de pagamento e recebimento de valores.

Mas como um banco se sustenta? Esta é uma pergunta simples de responder. A instituição capta dinheiro dos clientes, sejam eles pessoas físicas, empresas, ou até mesmo o próprio governo, e usa esses recursos para oferecer empréstimos para outros clientes. Para que os empréstimos sejam quitados, o pagamento de juros e taxas é necessário. E é daí que os bancos obtêm lucro e incentivam a circulação do dinheiro. 

Sem os bancos diversas atividades e setores econômicos enfrentariam dificuldades para existir, como por exemplo, o comércio. Além de facilitar as transações financeiras, estas instituições ajudam no processo de desenvolvimento do comércio nacional e internacional.

Como saber se um banco é confiável?

Quando queremos abrir uma nova conta bancária, seja ela corrente ou uma conta para investimentos, nossa principal preocupação é se a instituição escolhida é confiável ou não. Portanto, precisamos nos informar antes de contratar os serviços, principalmente quando são bancos ou financeiras menores ou pouco conhecidas.

A dica aqui é pesquisar nos sites dos órgãos reguladores. Como por exemplo, o site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Lá você encontra uma extensa lista de todas as instituições financeiras que estão regularizadas e tem autorização para funcionar. 

Se o banco ou financeira escolhida por você não aparecer no Cadastro Geral, fique atento e pesquise ainda mais antes de confiar suas economias e ganhos mensais.

Tipos de bancos

Bancos tradicionais

Os bancos tradicionais, como o próprio nome já dá a entender, são aqueles que existem há muito tempo no Brasil, com uma grande clientela fixa e que confia nos seus serviços e ofertas. São bancos que continuam ativos no mercado brasileiro, mas que com a evolução da tecnologia precisaram acompanhar os bancos digitais e se modernizar.

Veja alguns bancos tradicionais nacionais:

  • Safra;
  • HSBC;
  • Banrisul;
  • Daycoval;
  • Banco Pan;
  • Itaú;
  • Bradesco;
  • Caixa Econômica Federal;
  • Banco do Brasil.

Qual o melhor banco para investir?

Escolher um bom investimento, e até mesmo decidir em qual banco você deve aplicar o seu dinheiro, não é necessariamente uma missão fácil. Porém, é importante que você tenha conhecimentos básicos na hora de aplicar o seu dinheiro e garantir um bom retorno financeiro. E determinar qual o melhor banco para investir.

Procure por bancos que têm baixas taxas de serviço e oferecem ativos de maior rentabilidade. E aqui vale você procurar opções nos bancos tradicionais ou digitais.

Bancos digitais

Os bancos digitais, assim como os tradicionais, são instituições bancárias regulamentadas pelo Banco Central, de modo que estão protegidas pelo Fundo Garantidor de Crédito. 

A diferença é que tudo é feito digitalmente, pelo site ou aplicativo do banco. Não existem agências bancárias físicas.

Qual banco digital rende mais?

Todos os bancos digitais têm boas opções de investimentos e rendimentos. Você deve pesquisar e escolher a que é melhor para você. Atualmente, o PicPay tem um rendimento de 110% do CDI para o saldo em carteira quando esse é de até R$ 100 mil. Já o Nubank oferece, nas mesmas condições, 100% do CDI.  Em ambos os bancos digitais a liquidez é diária e automática.

Qual o melhor banco para PJ?

O Banco Pan, por exemplo, é uma ótima alternativa para abrir a sua conta Pessoa Jurídica (PJ). Veja as vantagens que ele oferece:

  • Conta 100% digital e sem taxas de manutenção;
  • Anuidade zero nos cartões;
  • Serviços de empréstimo e financiamento disponíveis;
  • 30 saques mensais gratuitos.

Maiores bancos do Brasil

No Brasil há quatro bancos que se destacam com os maiores do território nacional, são eles:

  • Banco do Brasil;
  • Itaú;
  • Bradesco;
  • Santander.

Curiosidade: qual o maior banco do mundo?

O maior banco privado do mundo é o Industrial and Commercial Bank of China (ICBC). É a maior empresa do mundo e tem em bens cerca de U$ 4 trilhões de dólares.

Termos relacionados

FOMC

O Federal Open Market Committee (FOMC) é um conselho do Federal Reserve System. Os membros do comitê são nomeados pelo Conselho de Governadores e representam

Ler mais

Ticker

Um ticker de ações é uma maneira simples, rápida e fácil de acompanhar o valor de uma ação. O ticker é uma representação digital do

Ler mais

Private Equity

Private Equity é um tipo de investimento que permite aos investidores comprar ações de uma empresa para obter lucro. Este tipo de investimento não é

Ler mais
João Santos

João Santos

Produtor de conteúdo especialista em finanças e investimentos, com uma bagagem de 10 anos atuando em PMEs.

Newsletter