💳 O Banco BV oferece benefícios únicos em seu cartão de crédito sem anuidade, aceito em milhares de estabelecimentos pelo mundo: abra uma conta gratuita e solicite o seu!

Depreciação

Para determinar o custo dos ativos, você deve primeiro calcular sua depreciação. Existem dois métodos de depreciação.

Um é chamado de método de saldo decrescente duplo e permite que você anule uma parte mais alta do valor imediatamente após a compra, enquanto baixa uma quantia mais baixa posteriormente.

O método de saldo decrescente duplo é mais adequado para empresas que desejam recuperar parte do custo inicial dos ativos.

A razão para este método é que o valor de um ativo diminui rapidamente durante os primeiros anos de propriedade.

Saldo decrescente

O segundo método é o método do saldo decrescente, que envolve estimar o número de unidades produzidas durante um período de tempo. Nesse método, você usa a taxa de depreciação e multiplica o número de unidades pela quantidade de unidades depreciáveis. O número resultante é o seu valor depreciável.

Em ambos os métodos, a despesa de depreciação é calculada usando a taxa de depreciação. O método do saldo decrescente duplo é semelhante ao método do saldo decrescente, mas usa uma taxa de depreciação mais baixa.

A depreciação é uma despesa contábil comum. Ajuda as empresas a alocar o custo dos ativos tangíveis ao longo do tempo. É uma prática comum considerar a depreciação como uma porcentagem do custo inicial.

À medida que o valor de um ativo diminui ao longo do tempo, uma empresa pode comprar um novo equipamento. A depreciação é uma prática contábil importante, e não contabilizar pode ter um grande impacto na lucratividade de uma empresa.

Registros de ativos

O método de depreciação envolve manter registros de cada ativo. Isso é necessário porque o valor de um ativo pode ficar abaixo de zero a qualquer momento. Ele pode ser vendido, negociado ou combinado em outro ativo.

Seu valor diminui em um quinto do preço do bilhete a cada ano. Além do método do saldo decrescente, outro tipo de depreciação é chamado de “valor decrescente”. Nesse caso, o ativo depreciará mais rapidamente durante os primeiros anos de uso, enquanto sua taxa de depreciação diminuirá lentamente nos anos seguintes.

Em geral, o conceito contábil é baseado no princípio da competência, que exige que as despesas correspondam ao período da receita.

A depreciação é um método útil nesse caso, pois ajuda a vincular o custo de um ativo ao seu benefício ao longo do tempo. No caso de ativos fixos, a despesa de utilização de um ativo será registrada como despesa incremental.

Este método é o mais utilizado para determinar o custo de um ativo, e é um dos métodos mais comuns para calcular o custo de ativos fixos.

O método de depreciação se aplica a ativos tangíveis, como equipamentos comerciais e software de computador.

Os terrenos são sempre excluídos da depreciação, mas são elegíveis os edifícios e certos tipos de benfeitorias. Se você não tiver certeza se um ativo específico se qualifica para depreciação, é melhor consultar um profissional de impostos.

Muitas empresas optam por usar dois cronogramas de depreciação separados. Isso pode ajudar a garantir que eles recebam a dedução correta.

Termos relacionados

Ativos financeiros

Está pensando em investir? Uma das opções são os ativos financeiros. Com as informações necessárias e adequadas você pode realizar boas estratégias na hora de

Ler mais

Fundo DI

Um Fundo de Renda Fixa Referenciada DI (DIRF) é um veículo de investimento que investe pelo menos 80% de seu patrimônio líquido em títulos. O

Ler mais

Master Servicer

Um Master Servicer é a base de um negócio de sucesso. Pode ser um contrato ordenado pelo tribunal ou um acordo escrito entre dois cônjuges.

Ler mais
João Santos

João Santos

Produtor de conteúdo especialista em finanças e investimentos, com uma bagagem de 10 anos atuando em PMEs.

Newsletter