💳 O Banco BV oferece benefícios únicos em seu cartão de crédito sem anuidade, aceito em milhares de estabelecimentos pelo mundo: abra uma conta gratuita e solicite o seu!

C-Bond

C-bond era o vínculo mais simples do universo. Uma equipe da Universidade de Hokkaido reconstruiu um composto para demonstrar que a ligação C-C pode esticar e contrair, mas ainda manter seu caráter covalente. Esta é a primeira vez que uma ligação covalente é capaz de mudar de forma.

Como eram formadas as ligações químicas?

As ligações químicas são formadas pela transferência de elétrons entre dois átomos. O comprimento da ligação varia, e quanto mais longa a ligação, mais fraca é a ligação. Por exemplo, a ligação simples C-C no metano tem um comprimento de 1,54 angstroms, e a força da ligação diminui à medida que fica mais longa. No entanto, em estudos anteriores, os cientistas acreditavam que as ligações C-C perderam sua força em 1,803 angstroms, o que era um número irreal.

Como o C-Bond foi desenvolvido?

O C-Bond foi desenvolvido na Rice University, onde o Smalley Institute of Nanoscale Science & Technology foi estabelecido. O desenvolvimento desta tecnologia foi uma combinação de engenharia de nanotecnologia e ciência do vidro.

Hoje, a empresa tem presença global, trabalhando com os melhores especialistas da área. O C-Bond é respaldado por 23 patentes e foi exaustivamente testado em laboratórios independentes. A força de uma ligação C determina a estabilidade de uma molécula.

Qual descoberta os pesquisadores fizeram?

Os pesquisadores fizeram a descoberta sintetizando três compostos com a mesma fórmula. Dois dos compostos formam cristais incolores, enquanto o terceiro cristal formou cristais alaranjados. Os pesquisadores usaram raios-X para estudar a ligação C-C.

O composto 10-C tinha a ligação C-C mais longa, o que foi um resultado surpreendente porque se pensava que era instável. A molécula resultante não se degradou mesmo após o tratamento, e os cientistas atribuíram a estabilidade às conchas que protegem a ligação C-C.

Como funcionam as ligações?

A ligação C em uma molécula policíclica complexa foi denominada 10c. É estável e teve uma longa ligação C-C, superando recordes mundiais de hidrocarbonetos anteriores. A ligação C no gás hidrogênio tem um longo raio atômico de 1,806 angstroms. Ao comparar seu comprimento com outras moléculas, a molécula pode ser definida como uma “ligação C”. É a substância química entre dois compostos.

A ligação C entre carbono e oxigênio no CO2 e a ligação C-C entre oxigênio e carbono no CO é conhecida como ligação tripla. É mais longo que a ligação C e é considerado mais estável que a ligação C na água. Em contraste, o O-bond é muito mais flexível, permitindo temperaturas mais altas e mais energia. É uma ligação dupla em uma única molécula.

A ligação C no carbono é a mais longa dos sete tipos de ligações. Tem o comprimento mais longo, mas não é o mais forte. Seu comprimento é menor que a ligação C correspondente no hidrogênio, mas não é tão fraco quanto a ligação C no oxigênio.

Em contraste, a ligação de hidrogênio é a mais forte. Mas, é mais fraco do que a ligação C na água. A ligação de hidrogênio em uma única molécula é uma ligação mais forte do que a ligação C em uma molécula de ligação dupla.

 

Termos relacionados

Direitos de subscrição

Os direitos de subscrição são um tipo comum de cláusula em contratos de fusão, opção e garantia. Esses direitos permitem que os investidores comprem uma

Ler mais

Joint Venture

Uma Joint Venture é um acordo entre duas empresas. As duas empresas formam um novo negócio em uma indústria comum. A joint venture geralmente é

Ler mais

Rentabilidade

A taxa de retorno refere-se ao lucro que um investidor obtém em seu investimento. Inclui mudanças no valor do investimento, bem como fluxos de caixa,

Ler mais
João Santos

João Santos

Produtor de conteúdo especialista em finanças e investimentos, com uma bagagem de 10 anos atuando em PMEs.

Newsletter