💳 O Banco BV oferece benefícios únicos em seu cartão de crédito sem anuidade, aceito em milhares de estabelecimentos pelo mundo: abra uma conta gratuita e solicite o seu!

Bookbuilding

O bookbuilding é o método de fato de precificar um IPO. Trata-se de gerar demanda de investidores e manter um banco de dados dessa demanda. O processo é usado para precificar o IPO de uma empresa, determinando uma faixa de preço apropriada para o título subjacente.

Também envolve a contratação de bancos de investimento para gerenciar o processo de IPO, que pode incluir a geração de demanda. Se feito corretamente, o bookbuilding pode ajudar as empresas a obter as avaliações mais altas possíveis.

Uma empresa que planeja levantar dinheiro por meio de um IPO usará o processo de bookbuilding para determinar o valor de seu título. Também proporcionará a melhor oportunidade para o emissor levantar capital. Ao criar antecipação, o processo de criação de livros pode maximizar os retornos de uma empresa, ao mesmo tempo em que limita seus custos.

Para que é usado o bookbuilding?

O bookbuilding é usado para gerar demanda dos investidores. Quando o subscritor convida investidores institucionais a fazer lances em um determinado título, eles devem estar acima do preço mínimo para se qualificar. Após o prazo da oferta, o preço da oferta é determinado. A construção de livros é relativamente nova na Índia, mas é amplamente utilizada em países desenvolvidos.

Quando um IPO é feito com bookbuilding, geralmente é 75% do preço total da oferta, e 25% da oferta líquida é vendida a um preço acima do preço do bookbuilding. Os 25% restantes da oferta líquida são oferecidos em uma emissão pública normal.

Como funciona o bookbuilding?

O processo de bookbuilding permite que grandes investidores participem do processo de precificação de uma empresa. Existem sete etapas principais no processo de bookbuilding, com a duração de cada etapa variando de acordo com o volume da empresa emissora e seu setor de atuação.

Eles são frequentemente seguidos nesta ordem. Em geral, o bookbuilding leva várias semanas, com algumas exceções. Quando uma empresa planeja emitir mais de US$ 5 milhões em novas ações, o bookbuilding pode ser a única maneira de atingir a quantidade necessária de capital. Essas etapas são descritas a seguir:

  1. Definição de quais investidores institucionais e agentes do mercado serão contatados;
  2. Definição do intervalo de preços (mínimo e máximo) da oferta, analisando a situação da empresa e o momento do mercado;
  3. Apresentação da oferta para o mercado, seja presencialmente (roadshows, palestras, eventos) ou via documentos (prospectos e notificações;
  4. Consulta sobre o interesse dos potenciais investidores;
  5. Indicação da intenções de compra (quantidade e valor) pelos investidores interessados;
  6. Listagem das ofertas recebidas pela operação;
  7. Definição do preço justo da operação, juntamente com coordenador da oferta (normalmente, um banco de investimentos);

Após esse processo, a companhia e o coordenador da oferta divulgam, normalmente um dia antes do início da negociação, o resultado do bookbuiding. Com isso, o mercado fica sabendo, enfim, em qual preço a ação irá abrir no seu primeiro dia de negociação.

Em que o bookbuilding ajuda?

O bookbuilding ajuda os IPOs a atingirem seu potencial e aumenta a transparência no mercado primário. O processo ajuda as empresas a levantar capital reduzindo o risco de títulos subvalorizados.

Usando o processo de bookbuilding, um IPO é precificado da maneira mais eficiente. O banco de investimento que subscreve o IPO busca atrair investidores institucionais solicitando lances para as ações em uma faixa de preço pré-estabelecida.

A empresa pode então vender suas ações a esse preço, ou a um preço determinado pelos investidores. É um processo extremamente importante e eficiente que permite a precificação ótima do IPO.

Termos relacionados

Demanda reprimida

A demanda reprimida é um termo usado para descrever uma condição econômica que existe entre recessões econômicas. Demanda reprimida é um termo usado também para

Ler mais
João Santos

João Santos

Produtor de conteúdo especialista em finanças e investimentos, com uma bagagem de 10 anos atuando em PMEs.

Newsletter