💳 O Banco BV oferece benefícios únicos em seu cartão de crédito sem anuidade, aceito em milhares de estabelecimentos pelo mundo: abra uma conta gratuita e solicite o seu!

Ativos financeiros

ativos financeiros

Está pensando em investir? Uma das opções são os ativos financeiros. Com as informações necessárias e adequadas você pode realizar boas estratégias na hora de realizar seu investimento.

O que acha de conhecer agora mesmo o que são ativos e passivos financeiros, quais são os tipos de ativos, principais exemplos e como investir?

O que são ativos e passivos financeiros?

Os ativos financeiros são recursos intangíveis, como por exemplo:

  • Títulos financeiros;
  • Ações;
  • Depósitos bancários.

Ou seja, no mundo financeiro, os ativos são considerados investimentos. Além disso, outra característica dos ativos financeiros é que eles geram renda.

Sendo assim, ao adquiri-los, é possível explorar seu valor e consequentemente conseguir aumentar sua rentabilidade. Além disso, os ganhos gerados podem ser anexados ao seu patrimônio.

Vale destacar que eles não possuem representação física, isto é, não são bens ou produtos, significando apenas documentos financeiros. Ademais, os ativos financeiros possuem maior liquidez do que os ativos tangíveis.

Dessa maneira, os ativos financeiros podem ser transformados em dinheiro mais rapidamente do que um imóvel, por exemplo. O principal objetivo dos ativos financeiros é juntar quem necessita de dinheiro com quem tem o desejo de investir.

Já os passivos financeiros são os gastos de uma pessoa jurídica ou física. Vale destacar que mesmo que os gastos sejam obrigatórios, ainda são considerados passivos, pois não trazem retorno financeiro.

Por isso, os passivos financeiros podem ser considerados o oposto dos ativos, pois geram somente despesas. Desse modo, é fundamental ter um equilíbrio entre os ativos e passivos de uma empresa.

Quais são os tipos de ativos?

Existem alguns exemplos de ativos financeiros e podemos citar como os três principais:

Ativos de geração de renda: Esta opção garante uma renda periódica ao investidor. Dentre os principais tipos de investimento estão: ações e fundos imobiliários.

Ativos de reserva financeira: Essa é uma ótima opção para quem deseja realizar investimentos seguros, ou seja, que não corram riscos. As principais alternativas são aplicações na Poupança e Títulos Públicos com rendimento pré-fixado. Vale ressaltar que esse tipo de investimento possui rentabilidade baixa, quando comparada com opções mais arriscadas.

Ativos de crescimento: Essa é uma ótima opção para investidores aventureiros que buscam um bom rendimento. Geralmente, os especialistas indicam o investimento no mercado de ações de grandes corporações e no ETF (Fundo de Índice). Importante frisar que essa alternativa possui altos riscos, por isso é importante tomar bastante cuidado e sempre acompanhar a Bolsa de Valores.

Exemplos de ativos financeiros

Abaixo você confere os principais exemplos de ativos financeiros:

  • Ações: esse é um dos exemplos de ativos financeiros mais populares. Cada ação representa uma parte do Capital Social de uma empresa de capital aberto. Essa opção oferece várias formas de remuneração, ou seja, é possível vender por um preço maior do que o de compra, dentre outras formas;
  • Títulos públicos: essa é uma das principais opções de ativos financeiros. Eles são emitidos pelo Tesouro Nacional e servem como instrumento para o Governo Federal conseguir recursos para financiar programas e iniciativas. Todavia, o governo paga esses títulos com taxas pré-acordadas. Podemos citar como os principais tipos de títulos públicos: Tesouro Pré-fixado; Tesouro Selic; Tesouro IPCA+. Trata-se de um dos investimentos mais seguros do mercado financeiro;
  • Títulos Privados: são emitidos por empresas privadas como o próprio nome diz, como por exemplo: bancos e financeiras. Um dos exemplos clássicos de investimento em títulos privados é o CDB (Certificado de Depósito Bancário). Além do CDB também podemos citar: LCI (Letra de Crédito Imobiliário), LCA (Letra de Crédito do Agronegócio), Debêntures, CRI (Certificados de Recebíveis Imobiliários), CRA (Certificados de Recebíveis do Agronegócio), LF (Letra Financeira), LC (Letra de Câmbio), LH (Letra Hipotecária).

Como investir em ativos financeiros?

Depois de aprender um pouco mais sobre o assunto e as opções de investimentos é preciso ficar por dentro sobre como investir em ativos financeiros. Veja abaixo algumas dicas importantes.

Reflita: Pense bastante sobre qual o seu perfil de investidor e quais são os seus objetivos. Afinal, é essencial saber onde você se enquadra no mercado de investimentos.

Planejamento: Construa um planejamento financeiro real e fiel a sua situação financeira. Pois ele ajudará você a organizar suas finanças e levantar o que de fato pode investir.

Abra uma conta: Esse passo pode ser feito em um banco de investimento ou uma financeira que ofereça opções de compra de ativos financeiros, conforme os exemplos citados acima.

Tenha em mente que é importante conhecer qual o seu perfil para investir. Assim, você tem maior clareza de que lado está no mercado financeiro e conquistar boa rentabilidade.

Quais os melhores ativos para investir?

Muitas pessoas têm dúvidas sobre quais os melhores ativos para investir. Contudo, conforme falamos acima, algumas etapas são importantes antes de realizar um investimento.

Primeiro você deve conhecer seu perfil e qual o seu objetivo. Em seguida, busque ajuda de uma instituição financeira que ofereça um bom panorama do mercado e explique quais as melhores opções para o seu perfil.

Por fim, como citamos anteriormente, os principais ativos financeiros considerados boas opções de investimentos são: ações e títulos públicos e privados. Portanto, se aprofunde em cada um deles antes de adquiri-los.

Termos relacionados

Banco Central

O Banco Central do Brasil também é conhecido como BACEN, BCB ou BC. É uma autarquia federal que está vinculada ao Ministério da Economia e

Ler mais

IDIV

O IDIV representa o Índice de Dividendos da Bolsa de Valores do Brasil. Este é um portfólio de trabalho do tipo que inclui documentos que

Ler mais

WACC

Simplificando, o WACC é a taxa que uma empresa paga a todos os detentores de títulos em uma base comum. É definido pelo mercado externo,

Ler mais
João Santos

João Santos

Produtor de conteúdo especialista em finanças e investimentos, com uma bagagem de 10 anos atuando em PMEs.

Newsletter