Calculadora de financiamento de veículos: Entenda como fazer sua simulação

A compra de um carro é uma situação que envolve planejamento para a maioria das pessoas. E não é por menos, afinal de contas, os automóveis brasileiros são bens particularmente caros.

Muita gente acaba não encontrando um jeito de fazer o pagamento desse bem de forma à vista. Nesses casos, é normal que se considere fazer um financiamento. E para ajudar esses clientes que pretendem financiar, existe a calculadora de financiamento de veículos.

Se você tem interesse em conhecer melhor a calculadora de financiamento de veículos, continue lendo esse artigo.

Essas informações podem ser úteis tanto para quem está pensando em fazer um financiamento em breve, quanto para quem já está financiando e pensa em mudar seu contrato.

De qualquer maneira, dificilmente você vai passar o resto da vida sem trocar de carro. Então conhecer essa calculadora pode ser útil mesmo no futuro.

Leia também: Descubra qual é o melhor banco para abrir conta PJ

O que é a calculadora de financiamento de veículos

A calculadora de financiamento de veículos é um instrumento que ajuda os consumidores a entender detalhes do financiamento.

Continua após a publicidade

Com o conhecimento adquirido através da calculadora, é possível comparar diferentes propostas. Com ela você consegue saber qual alternativa tem menos juros, por exemplo. Assim, é possível decidir por um contrato que seja feito dentro de condições que você concorde e consiga pagar.

Calculadora do Banco Central

O Banco Central conta com a sua própria calculadora de financiamentos online. Essa calculadora é gratuita e qualquer pessoa pode usar.

Para acessar a calculadora, basta clicar em: calculadora de financiamentos do Banco Central.

Informações da calculadora de financiamento de veículos

Existem quatro informações principais para fazer o cálculo acontecer, elas são as variáveis da equação. Para a calculadora funcionar, é preciso que você preencha três dos quatro campos.

As quatro variáveis: duração, juros, mensalidade e valor financiado.

Aproveite a oportunidade

💳 Você foi selecionado para ter um cartão de crédito que não cobra anuidade, aceito em milhares de estabelecimentos pelo mundo: abra uma conta BV gratuita!

Duração

A duração é a quantidade de tempo que você vai passar efetuando pagamentos. Ela também pode ser chamada de “número de meses” ou “quantidade de parcelas”.

Vale lembrar que o valor total que você paga de juros tende a diminuir conforme o tempo de duração do financiamento diminuir. Então, tente fazer com que o financiamento dure o mínimo possível. Mas tenha em mente que você precisa conseguir pagar as parcelas sem atraso.

Juros

A taxa de juros mensal costuma ser um dos principais vilões do planejamento financeiro. Infelizmente, é praticamente impossível fugir completamente dos juros.

Tente comparar contratos e negociar para conseguir a menor taxa de juros possível.

Além disso, faça um contrato com parcelas que cabem no seu bolso. Assim você evita pagar ainda mais por causa de atraso no pagamento.

Mensalidade

A mensalidade também é conhecida como o valor da prestação. É o montante que você precisa pagar todos os meses para quitar o seu financiamento.

Continua após a publicidade

Tenha certeza de que você consegue arcar com esse valor antes de fechar o contrato para não ser negativado.

Valor do financiamento

O valor total do financiamento, ou valor financiado, é a quantidade de dinheiro que você solicita para fazer o financiamento. É sobre esse valor que vai ser calculada e cobrada a taxa de juros.

É muito importante lembrar que o valor total não inclui a entrada. Imagine que você pretende financiar um carro no valor de R$ 30 mil, por exemplo. Se você der R$ 10 mil de entrada, o valor financiado será de R$ 20 mil.

Como funciona a calculadora de financiamento de veículos?

Como já falamos, você precisa entrar com três das quatro informações necessárias. Quando você faz isso, a calculadora informa o último campo que falta para completar as informações do financiamento.

Além disso, a calculadora também informa o valor dos juros em dinheiro.

Para isso, ela calcula a diferença entre o valor financiado e o valor total que você vai pagar. O valor total a ser pago pode ser facilmente calculado multiplicando a quantidade de parcelas pelo valor da mensalidade.

Exemplo

Imagine que você vai financiar um veículo que custa R$ 30 mil. Assim como no exemplo que demos anteriormente, você tem R$ 10 mil para dar de entrada. Dessa forma, o que você deve preencher como valor financiado será R$ 20 mil.

Imagine que o pagamento será em três anos, ou seja, você vai preencher que são 36 parcelas. E você sabe que a taxa de juros é de 1,5%.

Dessa forma, o seu preenchimento será assim:

  • Parcelas: 36
  • Taxa de juros: 1,5%
  • Valor financiado: 20.000
  • Valor da parcela: (não preenchido)

Ao clicar em “calcular”, a calculadora vai responder o campo não preenchido. Nesse caso, será o valor da prestação, que será de R$ 723,05.

A calculadora também informa que o valor total do financiamento será de R$ 26.029,80. Esse cálculo é feito multiplicando as 36 parcelas por 723,05.

Continua após a publicidade

Além disso, ela calcula a diferença entre o valor financiado e o valor total que foi pago. Assim, no nosso exemplo ela informa que o juros total desse financiamento foi de R$ 6.029,80.

Leia também: Empréstimo com garantia de veículo: entenda o refinanciamento

Dica

O Banco Central criou uma regra para ajudar a proteger os consumidores. Essa regra obriga que todas as instituições financeiras informem o CET – Custo Efetivo Total.

Com o CET revelado, você consegue evitar um mau negócio que esteja disfarçado.

Isso porque algumas instituições financeiras incluem taxas variadas nos seus contratos e cobram juros sobre elas. Essas taxas podem ser de seguro, de análise de crédito, ou de abertura de cadastro, por exemplo. Em alguns casos, a informação sobre a incidência de juros nas cobranças não é passada aos clientes.

Por isso o CET é tão importante. Com ele, você pode ver o custo de um financiamento por inteiro e se sentir mais seguro. Todas as tarifas, taxas, juros e qualquer outra cobrança deve obrigatoriamente aparecer no CET.

Esperamos que você tenha gostado de saber como funciona a calculadora de financiamento de veículos. Se você conhece alguém que esteja pensando em trocar de carro, compartilhe esse artigo!

E para seguir recebendo informações e dicas sobre finanças, continue acompanhando o Meu Portal Financeiro.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

O que é educação financeira? Veja 8 dicas!

Próximo

Como aprovar financiamento de veiculo com score baixo?

Posts Relacionados
Total
0
Share